fbpx

Resolvendo problemas no tambor

Você está resolvendo problemas no tambor?

 

Olhe para a foto deste post.

Quanta dificuldade para girar ao redor do tambor. Será que esse cavalo é ruim, “se recusa” a trabalhar corretamente?
Ou será que existe alguma coisa impedindo a sua ação?
Muitos podem enxergar uma falta de habilidade do cavalo ou uma falha de treinamento.

Alternativas erradas.

 

Um cavalo precisa ter condição física para virar ao redor da lata. Essa condição física diz respeito ao conjunto de músculos para garantir a sua estabilidade e tração. 
Por isso são trabalhados em círculos e por isso precisam de flexão nas costelas.

Mas a flexão nas costelas não é para ser aplicada durante o giro. Flexionar costelas é alongar a musculatura lateral.

 

O cavalo deve trabalhar flexionado?

Ainda vemos muitos cavaleiros equivocados, sem entender o que é flexionamento, para que serve e como usar.

Saiba que flexionamento é alongamento. É alongar os músculos laterais dos cavalos para que tenham maior facilidade na execução de círculos.

Isso não significa que devem formar um aro com o corpo, porque isso não é possível para um cavalo.

Também não significa que ele deva trabalhar flexionado no percurso, porque isso impede o uso dos músculos do engajamento.

A estabilidade e o equilíbrio durante o giro dependem da capacidade em acionar a musculatura inferior do corpo, que começa no pescoço e segue pelo tórax.

Então, o que acontece se você puxa e dobra o seu cavalo?
Você elimina a ação desses músculos e seu cavalo é obrigado a jogar a paleta para fora buscando retomar a estabilidade.

Existe muito mais a respeito. Muitos estudos que mostram como um cavalo “funciona” no sentido físico e mental. Desconhecer o básico a respeito é caminho certo para ter cavalos problemáticos e confusos.

Saber é a única forma de agir corretamente e evitar problemas.
Assim, os cavalos agradecem. E o competidor também!

Conheça estes fundamentos e outros mais que podem mudar a sua realidade nas pistas.

Estou dispondo dos meus materiais particulares, fruto de anos de estudo. Com eles venho resolvendo problemas no tambor de muitos competidores.

Clique AQUI e saiba mais sobre os novos métodos dos três tambores.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

× Como posso te ajudar?