fbpx

Foco e confiança – 7 super competidores mostram como

Sherry Cervi, Lisa Lockhart, Nikki Steffes, Danyelle Campbell, Sam Flannery, Hallie Melvinha e Cody Hyde dizem como obter concentração e confiança para correr nos três tambores.

 

Foco e confiança estão intimamente ligados. Em competição, especialmente nos níveis profissionais mais elevados, os atletas de ponta possuem uma capacidade altamente desenvolvida de concentração. Esses atletas são mentalmente fortes e com alto poder de concentração. E alta concentração gera alta performance.

A elite dos três tambores consegue se condicionar e administrar o stress, assim como outros atletas de ponta de várias modalidades esportivas. São atletas do Women’s Professional Rodeo Association,  treinadores do futurity ou jovens cavaleiros. Todos os competidores de tambor de sucesso desenvolveram sua própria maneira de permanecer focado, seu próprio lugar para ir mentalmente quando partem da largada para o primeiro tambor.

Não há praticamente nada que possa interromper seu foco. Observando os competidores de tambor de alto nível, existe um momento, apenas uma fração de segundo antes de sua largada, quando sua mente vai para um lugar muito específico. A parte treinada do seu corpo vem a tona e suas ações acontecem quase que automaticamente. Qual o segredo de preparo mental dos melhores competidores da WPRA, Futurity e National High School Rodeo Association?

O preparo mental, a concentração e foco precisam de treino. Aprender a se concentrar, a focar e se manter calmo é um trabalho mental que precisa ser desenvolvido.

Seguindo os passos de 7 campeões

 

SHERRY CERVI – três vezes campeã mundial da WPRA, 18 vezes classificada pra o NFR, U$3 milhões em prêmios

“Um milhão de coisas podem percorrer minha mente antes de uma competição. Mas, quando eu entro com meu cavalo naquele corredor da largada e deixo ele correr para o primeiro tambor, faz-se um silêncio em minha mente. Já não consigo ouvir a multidão ou a música, e já não escolho meus pensamentos. Meus instintos começam. Depois de virar tambores por tantos anos sei que tenho de acolher o silêncio e confiar em mim e no meu cavalo.”

 

LISA LOCKHART – 10 vezes classificada para o NFR, U$2 milhões em prêmios, aconselha a fazer um plano de jogo e ir fundo com ele.

“Descobrir o que funciona para você pessoalmente, dependendo das circunstâncias de sua prova, e criar seu próprio plano de jogo. Criar seu próprio plano e aplicá-lo. Se o seu plano de jogo é empistar bem um potro jovem ou ganhar um round no National Finals Rodeo, o sucesso é alcançar o seu objetivo. Quando eu corro para o primeiro tambor, meu plano de jogo é ser agressiva. Quando eu travo a minha mandíbula, eu estou no meu plano de jogo. ”

 

E não depende da idade!

NIKKI STEFFES – aos 19 anos é campeã várias vezes pelo NHSRA e National Intercollegiate Rodeo

“Antes de largar eu gosto de fechar os olhos e visualizar a minha corrida perfeita uma última vez. Eu visualizo as coisas que eu preciso fazer ao longo da passada para ser bem sucedida. No entanto, eu tento não ter um plano de jogo específico, porque muitas coisas diferentes podem acontecer. Gosto de correr com instinto, confiar em meu cavalo e confiar em mim mesma para tomar as decisões certas ao longo da prova. Enquanto estou me dirigindo para a largada, limpo minha mente de quaisquer pensamentos, respiro profundamente e me lembro de confiar em meu cavalo e correr com instinto. ”

 

DANYELLE CAMPBELL – classificada para o NFR e campeã do Futurity

“Para mim tudo depende do cavalo que eu estou. Mas toda vez que eu vou para o primeiro tambor  recebo uma carga de adrenalina e penso em correr para ganhar. E isso é o que eu digo a mim mesma ‘Correr para ganhar.’ Mantenho meu foco para as necessidades individuais do cavalo – alguns precisam de mais ajuda do que outros – mas sempre estou correndo para ganhar. Fora isso, tenho a mente aberta e me preparei para reagir às ações do meu cavalo. Eu não imagino a corrida perfeita; ela simplesmente não funciona para mim, mas eu foco em pensamentos positivos sobre minha passada. ”

 

Concentre-se somente na sua prova. E confie.

SAM FLANNERY – competidora da WPRA e treinadora para do Futurity – Ela elimina qualquer dúvida de si mesma antes de uma prova, lembrando-se do quanto se dedicou e trabalhou para chegar até lá.

“Quando a competidora que me antecede vai para o seu terceiro tambor é quando eu me conecto com meu cavalo. É aí que estou pronta para a passada. Se alguma dúvida sobre mim mesma entra em minha mente, o que eu acho que acontece a todos nós porque é da natureza humana,  se duvidar de suas habilidades, lembro-me de todo o trabalho, da longas horas, da base que eu coloquei em meu cavalo. Quando eu entrar na arena, está nas mãos do meu cavalo. E se eu fiz o meu dever de casa corretamente, ele vai funcionar. Estou apenas como passageira e para orientá-lo a tomar as decisões certas. ”

 

HALLIE MELVINHA – campeã do Futurity

“Confie no seu treinamento.”

 

CODY HYDE –  treinador veterano do Futurity  – Hyde também coloca uma grande confiança em sua formação, garantindo a base de seu cavalo e um posicionamento sólido.

“Sou muito calmo antes de uma competição. Toda noite, quando estou montando e treinando meus potros, tenho consciência da posição dos meus cavalos, especialmente quando me aproximo da largada, e de todo o trajeto no tambor. Uma vez que o cavalo foi bem treinado em casa, vou para a prova e me torno apenas um jóquei ao invés de treinador. Tenho que deixar que corra da forma que foi treinado. E sempre espero que saibam como fazê-lo. Mantenho minha mente otimista e confiante com relação ao meu cavalo.”

 

Existe algo em comum entre esses sete treinadores e todos os outros grandes nomes do tambor: CONFIANÇA.

Confiança no trabalho executado,

confiança na capacidade de treinar,

confiança em seu cavalo.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.