fbpx

Cavalo reunido – por que reunir seu cavalo e como?

Para Michele, um cavalo reunido é imprescindível nos três tambores. Um cavalo que use seus posteriores durante todo o trabalho. Porque sem um bom engajamento, ele não conseguirá fazer um giro rápido e fechado. Se o seu cavalo não consegue galopar reunido dentro de um círculo pequeno, trabalhe para que ele consiga.

 

A dica de Michele.

O cavalo precisa estar reunido mesmo quando caminha a passo. Sem que seja necessário puxar as rédeas, ficar constantemente pedindo isso a ele, que ele caminhe sendo empurrado pelos posteriores. Você precisa aprender a sentir se a garupa do seu cavalo está sob a sua sela. Se ele apoia os pés sob o corpo.

Todos os dias Michele caminha seus cavalos em círculo para checar se estão reunidos o suficiente. Coloque seu cavalo em um círculo com cerca de 5m de diâmetro. Caminhe a passo e se sentir que ele não está reunido, apoiando a garupa e sem apoiar no bridão, faça um leve contato nas rédeas para ele se recolher um pouco. Libere e veja se ele se mantêm reunido. A intenção é que ele se mantenha reunido sem você ficar pedindo. Trabalhando livremente e relaxado. Não fique puxando as rédeas ou fazendo com que baixe a cabeça durante o trabalho. Ele só precisa estar reunido e o excesso de contato nunca fará um cavalo consistente.

Coloque seu cavalo no trote e ele deve se manter na mesma forma, reunido e usando os posteriores. Peça galope, nada de correr, galope de exercício porque você não está correndo uma prova. Seu cavalo deve galopar reunido. Vá fechando o círculo, usando a sua perna de fora para empurrá-lo para frente e para dentro até galopar em um círculo bem pequeno. Sempre reunido, usando a garupa e bem relaxado.

Abra novamente o círculo e mude de mão formando um “8”. Nessa troca de direção você vai notar se apoiou nos pés. Precisa apoiar. Galope desse outro lado, seu cavalo sempre reunido, e vá fechando o círculo até que fique pequeno.

 

Cavalo reunido é fruto da paciência e repetição.

 

Se o seu cavalo tiver dificuldade em fechar e galopar no círculo pequeno, você vai notar que ele cai para o trote, se desequilibra ou escapa para fora. Se isso acontecer, tenha paciência e trabalhe melhor o engajamento dele.

Uma boa forma de trabalhar isso é galopando em um círculo com cerca de 5 ou 6m de diâmetro. Peça para ele parar (ele tem que parar com o seu assento). Dê dois passos para trás e faça um rollback para o lado de fora, saindo novamente no galope. Dê duas voltas com bom engajamento, pare, recue e rollback novamente. No momento da parada e do rollback você conseguirá perceber o quanto ele está reunido. Com a repetição desse exercício você notará a evolução de seu cavalo.

Um cavalo de tambor precisa conseguir galopar sem velocidade dentro de um círculo pequeno, com o corpo equilibrado. E só conseguirá isso se estiver usando a garupa.

Existem muitos detalhes que formam um grande conjunto nos três tambores. A base do cavalo e um cavaleiro com ótima base de equitação são fundamentais. O problema é que começamos a montar e vamos para o tambor sem uma base sólida de equitação. Muitos problemas do percurso e do comportamento do cavalo são gerados pelos erros que cometemos involuntariamente. Apenas por não ter aprendido uma forma sólida de montar. E isso você pode, e deve, fazer a qualquer momento.

 

Melhore como cavaleiro e seu cavalo automaticamente irá melhorar.

 

Veja o que faz um cavalo reunido durante a sua prova. Como o giro é justo e como apoia os posteriores.

Esta filmagem é de Slick By Design (amo!) quando era potro em 2012.

Reunir um cavalo é importante.

Mas lembrando sempre de que são cavalos de tambor e não de rédeas ou de circo.

Saiba dosar para não passar do ponto e desandar.

Comments 2

  1. Silvana Ribeiro 31 de maio de 2017
    • tresgiros 31 de maio de 2017

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.